sábado, 19 de janeiro de 2013

Voltei

Ausentei-me porque não me apetecia escrever - nem sempre nos apetece - deu-me a preguicite invernal, sim o Inverno deixa-me mais apática, apagada, desmotivada, a isso acresceu que voltei ficar adoentada de novo e com moleza redobrada.... voltou a tosse, o nariz a fungar, as lamentações "porquê outra vez?", enfim, pelo meio - para além da notícias das troikas, FMI´s, e companhias Lda -  as não noticias, surgem em cascata e  que enchem de tédio até à medula: ele é a Pepa que quer uma mala, fala igual a uma tia de Cascais e tão depressa é crucificada em praça publica, como desculpada pelos exageros injustificados das redes sociais, acabando por ter honras de entrevista no jornal da noite de um canal generalista e os seus 5 minutos de fama; é o dador de medula que desistiu, depois afinal parece que não desistiu coisa nenhuma e foi apenas um boato (que uns e outros já apelidam de o boato do ano e ainda só estamos em Janeiro); é o Lance que vem confessar que se dopou, quando o mundo já sabia que se tinha dopado, só não se percebe como passa impune 7 anos numa volta à França sem que se descubra pelo meio que existem ali estupefacientes, e na ultima semana, diariamente surgem mais e mais notícias a falarem do mesmo, haja paciência!; Depois a Eva Longoria foi ao Globos com um vestido com um decote até à púbis e uma racha até ao mesmo local e mostra um seio e a imagem corre mundo (estamos no tempo da censura, essas coisas não se veem diariamente e por certo a senhora, enquanto atriz, nunca tinha mostrados as mamocas, é uma novidade em peras..); A TVI volta com uma casa dos Degredos com cromos que já lá estiveram e o país volta a ver aquilo como se fosse a primeira vez; Saem as tabelas de IRS e tomamos consciência do "brutal aumento de impostos", que já sabíamos que ia haver, mas agora é palpável e mais uma vez se passa pelo mesmo amargo de boca e angustia que se passou há meses, quando as ditas subidas foram anunciadas (não é uma não notícia, mas é mais do mesmo)...

E pronto está tudo na mesma e cá estaremos para as curvas...

Sem comentários:

Enviar um comentário