quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Hibernei e voltei

Tive que "hibernar", às vezes é preciso, a vida dá-nos chapadas sem mãos que nos fazem traumatismos cranianos, nos tiram o chão e depois tem que se juntar os cacos, colar e continuar.... Como dizia o Jorginho Palma:

Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Sem comentários:

Enviar um comentário